MAIS QUE UMA MARCA DE CAMISAS, UMA BANDEIRA DOS DIREITOS ANIMAIS

Meu nome é Eduardo Tavares e, se você está lendo esse texto em 2018, boas chances de eu ainda ter 44 anos. Me formei em design pela UFRJ em 1997 e, de lá pra cá, trabalhei em várias agências, abri a minha própria onde permaneci por 15 anos até que, em 2017, decidi largar tudo para ajudar a espalhar o veganismo em forma de camisas. 

Eu havia me tornado ovo-lácteo vegetariano aos 35 por influência de um amigo vegetariano e (finalmente) vegano aos 43. Até então, apesar de sempre ter me considerado um amante dos animais, nunca havia percebido a crueldade no hábito de consumir produtos de origem animal. Até hoje, inclusive, os sofás e cadeiras da minha casa ainda são de couro, reflexo de uma época em que ainda não tinha despertado e um lembrete constante para ser mais tolerantes com os que ainda não fizeram a conexão.

A ideia da V-Shirt surgiu no final de 2016, quando uma garota com uma camiseta vegana cruzou o meu caminho. Nessa hora, me ocorreu no quão importante seria se mais veganos (e vegetarianos e simpatizantes em geral) vestissem a causa animal com mais frequência. 

Seríamos capazes de informar e conscientizar muito mais pessoas ao mesmo tempo que estaríamos mudando a percepção geral que somos apenas meia dúzia de gatos pingados. Ideias apoiadas por um grande número de pessoas transmitem muito mais credibilidade.

Quem sabe juntos não conseguimos criar uma sociedade mais compassiva com os animais?

NOSSO PROPÓSITO

A maioria das pessoas gosta de animais e se revolta quando os veem sendo maltratados. Ainda assim, essas mesmas pessoas não percebem que seus hábitos de consumo fazem com que milhares deles sejam aprisionados, torturados e mortos.

Se queremos um mundo mais compassivo com os animais, precisamos assumir a responsabilidade de conscientizar o maior número de pessoas de que não precisamos de carne, leite e ovos para sermos saudáveis, ou de couro e peles para nos vestir e muito menos de rodeios, circos e zoológicos para nos divertir.

Nosso propósito é criar estampas que provoquem questionamentos e promovam o debate sadio de ideias. Afinal, precisamos aproximar as pessoas da nossa causa, não afastá-las.

Vista essa camisa e seja a voz dos animais.